segunda-feira, 17 de março de 2008

O pulo

3 comentários:

coruja cinzenta disse...

Maravilha, começo ontem e seu blog ja está assim?
heheheheh
Lógico, com a mente que mais se parece uma metralhadora e os dedos que tb o acompanham, só podia dar nisso.
Vida longa para esse fantástico blog...
sou sua fã numero 1.
Te amo
beijão

Wagner San disse...

Dias atrás estive em Rio Branco e numa bela tarde de sol, passei exatamente neste mesmo lugar, onde os meninos estão saltando para um mergulho surreal. Confesso que senti um impulso dilacerante e quase incontrolavel ao ve-los num emaranhado constraste entre felicidade e o perigo, já que o rio se revelava um tanto quanto perigoso ao movimento das correntezas e no tom da agua barrenta, levando uma diversidade de troncos triturados. Queria ter dado um pulo daqueles, mas faltou a coragem e o tempo. Talves, quem sabe um dia desses terei a coragem e tempo pra dar um pulo surreal desses. Valeu pela foto, e parabens pelo blog. abraço de Xapuri - San.

sérgio de carvalho disse...

pular é preciso as vezes, sem medo, entregue.
O pulo no abismo é a metáfora que o xamanismo norte americano usa para a entrega e confiança ao desconhecido. O grande espirito