quinta-feira, 10 de julho de 2008

um grito de revolta

Até quando vamos ficar fingindo que nada acontece ?
Quantos amigos vão precisar morrer ?
Quantos outros vão precisar enlouquecer e se viciar e sair por ai ?
Quantas casas precisarão ser roubadas e quantas famílias destruídas ?
Quantas novas bocas serão inauguradas com requinte bem debaixo de nossos olhos?

Até quando vamos perguntar de quem é a culpa ?
Até quando vamos plantar sementes de preconceito em nossas vidas?
Até quando vamos fechar os olhos?
Até quando vamos celebrar a nossa escravidão ?

Até quando vamos ficar em discursos intermináveis ?
Até quando a cegueira vai escurecer nossa realidade?

2 comentários:

Claudinha Bártholo disse...

É REVOLTANTE MESMO MEU AMIGO.
NÃO SE SABE POR ONDE CAMINHAR.
PRA ONDE OLHAR...
Tudo perdendo...
E ninguém nada fazendo.

BEIJOS AMO-TE.

Dilan disse...

Ah... talvez eu esteja pessimista hj, mas apesar de achar revoltande, e principalmente triste, penso que nossa sociedade de valores invertidos tende a piorar, pois nossa juventade cresce com a idéia de que tudo isso é normal... E os que tem mais conciência dos fatos, se divedem nos que não sabem o que fazer pra mudar tudo isso,os que não querem mudar nada, e a minoria que sabem e quer, mas precisam de força, força essa que parece nunca vir de lugar algum...


bjos, amigo.