segunda-feira, 16 de junho de 2008

para F...K

Hey, menino, quero lhe dizer que a vida, apesar de dura, vale a pena ser vivida com plenitude.
Olhe o sol, perceba as possibilidades. É a hora de acordar. Abrir as cortinas da alma, desvelar se. O mundo, com todas os seus paradoxos, te espera. Teus amigos também aguardam o seu sorriso, que anda tão longe...sumido
Ah! menino, tem de aprender de novo a dançar, a assistir um bom filme, a ficar quieto
só curtindo o sol. Aprender a respirar, lenta e profundamente
Agora é hora de viver. Os porões da mente já não suportam mais a pressão da vida querendo manifestar se. A angústia deve dissolver se no lirismo e os sonhos não podem ser mais reflexos de seu feitor.
Deve sonhar com aguias e condores, ate mesmo com beija flores, não mais com algemas.
Ah menino, sua trajetoria de Sisifo pelas ruas soturnas...passos pesados e tristes enquanto carrega no peito o milagre da vida...
por que choras?
por que nao fala de coisas bonitas?
quando se perdeu de si mesmo ?
continua, anda, desespera-te
Menino de coracao criança, assustado com o próprio monstro que alimentas noites sem fim.Um dia, menino, se não te deres contas do sol, ele vai acabar devorando te...
Quero falar lhe dos filmes e livros que tanto me inspiram. De Budha e dos meus infindáveis projetos. Quero ouvir contigo aquela boa musica cubana que se amarra. Quero os bons e, somente, os bons momentos. De maus, nossas vidas ja estão sufocadas.
Quero te levar para conhecer o oceano, ao invés de te ver sempre se afogando em ondas enormes, na arrebentação. Um barco de bandeira branca içada, livre ao vento, no mais profundo azul. Neste barco, menino, a noite escura se dissolverá no azul e voce, pela primeira vez, vai abrir os olhos. Tão profundo e infinito oceano azul.

Um comentário:

Claudia Bártholo disse...

Lindo texto amigo...
um beijo
:)